O uso das tecnologias digitais, sem dúvida alguma, trouxeram muitas mudanças no dia a dia das pessoas. E essas mudanças podem ser sentidas não apenas no que diz respeito as pessoas físicas, mas, também nas pessoas jurídicas.

Os usos dos meios de comunicação, proporcionados pelas tecnologias digitais, permitiram que muitas situações, que antes eram permitidas apenas “in loco”, atualmente, podem ser realizadas a partir de um simples e rápido “click”.

Inúmeras são as vantagens geradas pelas tecnologias digitais, preferencialmente, gostamos de resolver pendências, recuperar uma determinada informação, sem perder tempo e, preferencialmente sem sair do conforto de nossas casas.

Toda essa agilidade é também a responsável por contribuir para que nossos dados estejam cada vez mais susceptíveis, afinal, tudo aquilo que interagimos em uma plataforma digital, contribui para que nossos dados sejam registrados.

Dessa forma, podemos citar um simples exemplo e, que certamente já ocorreu com muitos de nós. 

Basta uma simples pesquisa em qualquer plataforma digital para que em breve essa pesquisa seja transformada em anúncio e, este por sua vez, aparecerá em nossas redes sociais, como oferta do produto que pesquisamos, identificando até mesmo seu respectivo preço.

Você já se perguntou por quê isso ocorre?

Você tem o hábito de ler aquelas inúmeras páginas de políticas de privacidade quando acessa páginas da internet ou quando faz o download de algum tipo de arquivo ou aplicativo?

Continue conosco nessa leitura e descubra a fragilidade dos nossos dados em tempos de grandes usos das tecnologias digitais.

Você conhece o McFile?  A Melhor Ferramenta para Gestão Eletrônica de Documentos

Como Nossos Dados são Rastreados?

Os cookies são os responsáveis por realizar a armazenagem dos nossos dados e, é a partir desses dados, que os websites usam para rastrear nossas preferencias, ou seja, para configurar nosso perfil, de acordo com as pesquisas que realizamos.

Os cookies não são os únicos responsáveis pelo armazenamento dos nossos dados, além deles, nós mesmos somos os responsáveis pela geração de nossos dados de maneira muito sucinta, através do cadastro em redes sociais, onde para realizar o cadastro é necessário que sejam evidenciadas diversas informações.

Na maioria das vezes, nem percebemos que essas informações serão armazenadas e, que as redes sociais podem fazer diversos usos dos nossos dados, sem ao menos nos dar conta.

 Como exemplo, de nossos dados podemos citar:

  • Nome
  • Apelido
  • Cidade
  • Endereço e etc.

Fazemos cadastros nas redes sociais onde são necessários vários tipos de informações, porém, as redes sociais não são as únicas “vilãs”, é necessário ressaltar também que informamos nossos dados pessoais em diversificadas situações: aplicativos, promoções em supermercados, para receber algum tipo de oferta de algo que seja do nosso interesse e etc.

Precisamos estar sempre atentos para que nossas informações não caiam em mãos erradas e, que sejam usadas de forma indiscriminada.

A maior parte das pessoas se preocupam apenas com as maneiras de impedir que hackers obtenham informações bancarias e, que acessem as respectivas contas bancárias, fazendo compras indevidas, transferências de valores.

Com o acesso facilitado a internet, onde por meio de um simples smartphone temos acesso a inúmeras coisas, é necessário, sempre nos mantermos atentos, pois, as invasões ocorrem de maneira cada vez mais habitual.

Muitas empresas tem feito o uso dos hackers para que possam ter acesso aos dados pessoais dos cidadãos. Dessa forma, vemos também que empresas agem de má fé, para que possam obter algum tipo de vantagem.

Sendo assim, nossos dados, antes das tecnologias digitais, não possuíam o valor que tem hoje. Nossos dados são preciosos porque podem contribuir em muitas situações.

Talvez, notemos a preciosidade dos nossos dados em período eleitoral, quando os candidatos precisam de informações para reajustar suas campanhas, para não perder seu eleitorado e, para conquistar novos.

Por essa razão, que muito se houve em relação ao Big Data, uma vez que, será necessário, investir em tecnologias que sejam capazes não apenas de resgatar as informações, mas, que possa atender também as demandas de armazenagem de informação.

Diante desse cenário, fica difícil acreditar que ainda temos privacidade na era tecnológica, afinal, desde o primeiro acesso a uma plataforma digital nossos dados ficam para sempre ali armazenados.

Nesse sentido, cabe também salientar que a simples abertura de uma conta de e-mail já colabora para que sejamos rastreados.

Salienta-se também que até mesmo o simples fato de informarmos nossos números de CPF´s já colaboram para que nossos dados sejam rastreados.

Todos queremos retorno em relação a valores a nota fiscal paulista, mas até aqui, percebemos que é mais uma porta de entrada para que nossas informações sejam coletadas sem ao menos termos consentido com tal ação.

Outra situação muito costumeira para cada um de nós é quando aparecem aquelas janelas com pop-up, sejam nas telas de nossos computadores de mesa ou em nossos smartphones.

Quantos de nós, aceitamos a informação sem ao menos ler os termos de concordância?

Assim, nós aceitamos situações que nem sabemos pelo simples fato de não termos lido as políticas de privacidade.

Por essa razão, temos uma única certeza, dificilmente teremos privacidade na internet, afinal, a coleta das nossas informações tornou-se um caminho sem volta e, a tendência é que essa coleta ocorra de maneira mais rápida, a partir do uso, da inteligência artificial.

Assim, de forma ideal, todos deveríamos ser mais atentos as politicas de segurança das plataformas digitais, porque apenas quando nós darmos importância para aquelas letras pequeninas, ou para aquelas várias folhas de politicas de segurança é que poderemos saber qual [is] riscos estamos correndo ao acessar ou baixar determinado conteúdo.

Apenas a partir do cuidado de cada um nós em relação as nossas informações é que o cenário pode ser [re] transformado, através de maior consciência, responsabilidade, comprometimento, senso crítico ao acessar uma plataforma digital e, informar nossos dados.

Gostou do nosso conteúdo? Precisa de mais informações sobre os impactos dos usos de dados na internet? 

Entre em contato conosco para saber mais sobre como você pode proteger seus dados e também os dados da sua empresa utilizando a nossa tecnologia – o McFile.

Caso precise liberar espeço no seu escritório ou uma maior organização dos seus arquivos físicos e digitais, não deixe de nos contactar. Somos especialista na gestão das informações e lhe ajudar será uma prazer imenso.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *